Bem vindo ao site do Gestalt-Centro do Rio Grande do Sul

Gestalt-Centro

Gestalt

C. Profissional Rui Barbosa
Av. Luiz Manoel Gonzaga, 351 cj. 301
Três Figueiras
Porto Alegre - RS
CEP 90470-280

igestaltcentro@gmail.com

Telefone
(0xx51) 3328 9614

Fax
(0xx51) 3328 6197 ramal 214

Bibliografia de Gestalt

 

A Gestalt-terapia é mais do que uma forma de fazer terapia; uma formação é mais do que aprimorar um modo de trabalhar por conquistas intelectuais, é, de fato, um processo tanto para formandos como para formadores de uma construção permanente na busca de compreender o outro e a si mesmo, de exercitar possibilidades de percepção.
Uma aprendizagem ocorre consciente de que uma experiência em geral nunca é igual a primeira e que trabalhamos sempre com construção, destruição e reconstrução.
De acordo com o método fenomenológico nenhum olhar é meramente individual, ainda que seja sempre o indivíduo quem vê, mas é desse olhar que o aparecimento se torna efetivado, quando sua origem for um certo ser-no-mundo. É desse um certo e efetivo ser-no-mundo-com os outros que o fenômeno recebe sua sua possibilidade de ser, daí brota sua possibilidade de realidade.
O ser humano é possibilidades imensas e inesgotáveis. Eu sou um dos possíveis que eu poderia ser. Sou o resultado de um ser no mundo.

AMATUZZI, Mauro Martins. O Resgate da Fala Autêntica. São Paulo: Papirus, 1977.

ARENDT, Hannah. A Condição Humana. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

BAUNNGARDNER, Patrícia. Terapia Gestalt. México: Concepto, 1982.

BARROS, Paulo. Narciso, A Bruxa, O Terapeuta Elefante. São Paulo: Summus, 1994.

BERG, J. H. Van. O Paciente Psiquiátrico (esboço de psicopatologia fenomenológica). São Paulo: Mestre Jou, s.d.

BLEICHER, Josef. Hermenêutica Contemporânea. Lisboa: Ed. 70, 1980.

BUBER, Martin. Eu e Tu. São Paulo: Moraes, 1974.

BUROW, Olaf-Axel & SCHERPP, Karlheinz. Gestaltpedagogia: Um Caminho para a Escola e a Educação. São Paulo: Summus,1985.

CARDELLA, Beatriz Helena Paranhos. O Amor na Relação Terapêutica. São Paulo: Summus, 1994.

CHALMERS, A. S. O que é Ciência Afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

CRITELLI, Dulce Mara. Analítica do Sentido. Uma Aproximação e Interpretação do Real de Orientação Fenomenológica. São Paulo: Brasiliense, 1996.

D'ACRI, Gladys. LIMA, Patricia. ORGLER, Sheila. Dicionário de Gestalt-terapia. São Paulo: Summus,, 2007.

DAMÁSIO, Antônio. O Erro de Descartes - Emoção, Razão e Cérebro Humano. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

DEBRAY, Régis. Midiologia Geral. Petrópolis: Vozes, 1993.

FAGAN, Joen & SHEPHERD, Irma Lee. Gestalt-Terapia. Zahar: Psyche, 1971.

FIGUEIREDO, Luís Cláudio. Revisitando as Psicologias. Petrópolis: Vozes, 1996.

FREUD, Sigmund. Neurose de Transferência - Uma Síntese. Rio de Janeiro: Imago, 1987.

GAIARSA, José Ângelo. O Espelho Mágico. São Paulo: Summus, 1984.

GINGER, Serge. La Gestalt, Une Therapie du Contact. Paris: Hommes, 1987.

GINGER, Serge & GINGER, Anne. Gestalt, Uma Terapia do Contato. São Paulo: Summus, 1987.

GREEN, Hannah. Nunca lhe Prometi um Jardim de Rosas. Rio de Janeiro: Imago, 1974.

GUATTARI, Félix & ROLNIK, Suely. Micropolítica, Cartografias do Desejo. Petrópolis: Vozes, 1986.

HEIDEGGER, Martin. Todos nós... Ninguém. Um Enfoque Fenomenológico do Social. São Paulo: Moraes, 1981.

HEIDEGGER, Martin. Ser y Tiempo. Santiago do Chile: Universitária, 1997.

HEIDEGGER, Martin. Que é Uma Coisa? Portugal: Ed. 70, 1987.

HYCNER, Richard. De Pessoa a Pessoa. Psicoterapia Dialógica. São Paulo: Summus, 1991.

HYCNER, Richard & JACOBS, Lynne. Relação e Cura em Gestalt-Terapia. São Paulo: Summus, 1997.

INWOOD, Michael. Dicionário Heidegger. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.

IONESCU, Serban. Quatorze Abordagens de Psiocopatologia. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

JULIANO, Jean Clark. A Arte de Restaurar Histórias. São Paulo: Summus, 1999.

KAST, Verena. Sísifo. São Paulo: Cultrix, 1997.

KOESTLER, Arthur. Jano. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

KOFFKA, Kurt. Princípios de Psicologia da Gestalt. São Paulo: Cultrix, s.d.

KÖHLER, Wolfganf. Psicologia da Gestalt. Belo Horizonte: Itatiaia, 1968.

LATNER, Joel. Fundamentos de La Gestalt. Santiago do Chile: Quatro Vientos, 1973.

LELOUP, Jean-yves. Cuidar do Ser - Fílon e os Terapeutas de Alexandria. Petrópolis: Vozes, 1996.

LELOUP, Jean-yves. Caminhos de Realização. Petrópolis: Vozes, 1999.

LÉVY, Pierre. A Conexão Planetária. São Paulo: Ed. 34, 2001.

LEWIN, Kurt. Teoria de Campo em Ciência Social. São Paulo: Pioneira, 1965.

MAFFESOLI, Michel. A Conquista do Presente. Natal: Argos, 1998.

MAFFESOLI, Michel. A Transfiguração do Político. A Tribalização do Mundo. Porto Alegre: Sulina, 1997.

MAFFESOLI, Michel. A Violência Totalitária. Porto Alegre: Sulina, 2001.

MARTINS, Joel & DICHTCHEKENIAN, Maria Fernanda. Temas Fundamentais de Fenomenologia. São Paulo: Moraes, 1984.

MATURANA, Humberto. A Ontologia da Realidade. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Signos. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

MILLER, Alice. La Llave Perdida. Barcelona: Tusquets, 1991.

MILLER, Alice. O Drama da Criança Bem Dotada. São Paulo: Summus, 1994.

MILLER, Alice. Por Tu Proprio Bien. Barcelona: Tusquets, 1992.

MILLER, Alice. El Saber Proscrito. Barcelona: Tusquets, 1992.

MILLER, Michael Vincent. Terrorismo Íntimo. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1995.

MIRANDA, Clara Feldman & MIRANDA, Márcio Lúcio de. Construíndo a Relação de Ajuda. Belo Horizonte: Crescer, 1996.

MORIN, Edgar. Ciência com Consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

MORIN, Edgar. Terra Pátria. Porto Alegre: Sulina, 1995.

MORIN, Edgar. As Duas Globalizações. Porto Alegre: Edipucrs, 2002.

MORIN, Edgar. O Problema Epistemológico da Complexidade. Portugal: Publicações Europa-América. s.d.

MORIN, Edgar. O Método III. O Conhecimento do Conhecimento. Portugal: Publicações Europa-América, 1996.

MORIN, Edgar. O Método IV. As Idéias. Porto Alegre: Sulina, 1998.

MORIN, Edgar. O Método V. A Humanidade da Humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2002.

NARANJO, Cláudio. Gestalt sin Fronteras. Buenos Aires: Era Naciente, 1993.

NARANJO, Cláudio. Os Nove Tipos de Personalidade. Rio de Janeiro: Objetiva, 1997.

PERLS, Frederick; HEFFERLINE, Ralph; GOODMAN, Paul. Gestalt-Terapia. São Paulo: Summus, 1997.

PERLS, Frederick. Isto é Gestalt. São Paulo: Summus, 1977.

PERLS, Frederick S. Ego, Fome e Agressão. São Paulo: Summus, 2002.

PERLS, Frederick. Dentro e Fuera del Tarro de la Basura. Santiago do Chile: Quatro Vientos, 1975.

PERLS, Fritz. A Abordagem Gestáltica e Testemunha Ocular em Terapia. São Paulo: Psyche, 1977.

PESSOA, Fernando. Poemas de Alberto Caeiro. Lisboa: Clássica, 1985.

POLSTER, Erving & POLSTER, Miriam. Gestalt-Terapia Integrada. Belo Horizonte: Interlivros, 1979.

POWELL, John. Por que Tenho Medo de lhe Dizer quem Sou? Belo Horizonte: Crescer, 1995.

RIBEIRO, Jorge Ponciano. Gestalt-Terapia. Refazendo um Caminho. São Paulo: Summus, 1985.

RIBEIRO, Jorge Ponciano. Gestalt-Terapia. O Processo Grupal. São Paulo: Summus, 1994.

RIBEIRO, Jorge Ponciano. O Ciclo do Contato. São Paulo: Summus, 1997.

RIBEIRO, Walter. Existência - Essência: Desafios Teóricos e Práticos das Psicoterapias Relacionais. São Paulo: Summus, 1998.

ROGERS, Carl; WOOD, John; O'HARA, Maureen Et Al. Em Busca da Vida. São Paulo: Summus,1983.

ROHDEN, Luiz. Hermeneutica Filosofica. São Leopoldo: Unisinos, 2002.

SAFRANSKI, Rüdiger. Heidegger. Um Mestre da Alemanha entre O Bem e O Mal. São Paulo: Geração, 2000.

SARTRE, Jean-Paul. As Palavras. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1964.

SHEPHERD, Fagan. Teoria y Técnica de la Psocoterapia Gestáltica. Buenos Aires: Luca, 1970.

SOUZA, Ricardo Timm & OLIVEIRA, Nythamar Fernandes de. Fenomenologia Hoje, Existência, Ser e Sentido no Alvorecer do Século XXI. Porto Alegre: Edipucrs, 2001.

STEIN, Ernildo. Compreensão e Finitude. Ijuí: Ed. Unijuí, 2001.

STEIN, Ernildo. A Questão do Método na Filosofia. Um Estudo do Modelo Heideggeriano. Porto Alegre: Movimento, 1983.

STEVENS, Barry. Não Apresse o Rio, Ele Corre Sozinho. São Paulo: Summus, s.d.

TELLEGEN, Terese A. Gestalt e Grupos. São Paulo, Summus, 1984.

TOBEN, Bob & Wolf, Fred Alan. Espaço, Tempo e Além. São Paulo: Cultrix, 1975.

TUGENDHAT, Erust. Lições Sobre Ética. Petrópolis: Vozes, 1997.

TZU, Chuang. Escritos Básicos. São Paulo: Cultrix, 1964.

WELLENS, Alphonse de. A Psicose. Rio de Janeiro: Zahar, 1990.

YONTEF, Gary M. Processo, Diálogo e Awareness - Ensaios em Gestalt-Terapia. São Paulo: Summus, 1998.

ZILBERMAN, Regina. Estética da Recepção e História da Literatura. São Paulo: Ática, 1989.

ZINKER, Joseph. El Proceso Criativo en la Terapia Gestáltica. Buenos Aires: Paidos, 1979.

ZINKER, Joseph. A Busca da Elegância em Psicoterapia. Uma Abordagem Gestáltica com Casais, Famílias e Sistemas Íntimos. São Paulo: Summus, 2001.

ZITKOSKI, Jaime. O Método Fenomenológico de Husserl. Porto Alegre: Edipucrs, 1994.